04/10/2010

Ghent

Domingo de manha, dia ensolarado, o que fazer? Sair por ai. Eu e minha roomie entao ficamos confabulando sobre onde iriamos. Resolvemos ir para Ghent. Pra mim foi otimo, porque a muito tempo nao saia assim num passeio, sem muito planejamento (tudo bem que deu pra ler um pouquinho no trem, mas foi bem pouquinho).
Chegamos na cidade meio perdidas, sem mapa. Vamos seguir a multidao, pega o tram e ir pro centro historico. Depois de quase pegar um tram na direcao errada, conseguimos chegar no centro da cidade. E valeu muito a pena.
Ghent eh uma das maiores cidades da regiao de Flandres, que tambem teve seu apogeu com o comercio maritimo. Hoje eh uma cidade famosa por ter preservado importantes pontos historicos da cidade (alguns inclusive reconhecidos pela UNESCO) e por ser uma cidade com otimas universidades.
Nao eh uma cidade tao pequena como as outras, mas tambem dah para curtir bastante em um dia.
Comecamos pela torre Belfry, simbolo da independencia da cidade (Ghent sempre foi conhecida pelo seu povo rebelde, questionador, agitador - basta dizer que o pequeno castelo nao era para a defesa da cidade e sim, para a defesa CONTRA a cidade!). Voltemos `a torre.
Torre Belfry possui um relogio, sinos e a melhor visao da cidade. Ela eh um simbolo da liberdade que a cidade adquiriu em 1180. Eh muito legal super por sua escada em espiral, com degraus de pedra que mal cabiam metade do meu peh. O ultimo lance de escadas, para alcancar a varanda, eh um teste para claustrofobicos, te tao apertada.
Depois visitamos a Cathedral de St. Bavo's - a catedral eh impressionante! Imensa, cheia de detalhes, vitrais, esculturas e pintores famosos, como Van Eyck e Rubens. Pode-se visitar tambem as criptas.
Visitamos tambem a Igreja de St Nichola's e de lah seguimos ate a ponte de St Michel. Essa ponte dah uma visao muito bacana da cidade. A sua frente, o rio cheio de barquinhos fazendo city tour, com bares e bistros em suas margens. Ao lado, voce tem a visao das tres torres: belfry, a catedral e a igreja. Ainda nao fui, mas essa parte da cidade parece muito com Amsterdam e seus canais (pelo menos pelas fotos).
Da ponte, seguimos em direcao ao castelo Het Gravensteen, ou Castelo dos Condes. Parte do castelo, que pertenceu aos condes de Flandres, data do seculo 12, enquanto as outras areas, inclusive a fortaleza, foram construidos mais tarde. Fiquei doida pra entrar, mas a entrada estah bem salgadinha. Quem sabe na proxima vez? Da fortaleza se tem uma visao bacana dos canais que cruzam a cidade, das torres, etc. Mas o que mais tinha me chamado a atencao eh que no seu interior existe um museu com alguns aparelhos de tortura e ateh uma guilhotina da epoca em que funcionava como prisao. Acho que vou acabar voltando para conhecer.
Queria muito tambem ter ido a Beguinage, mas nao deu tempo. Fica pra proxima.
Mas passeio bom eh assim - aquele que fica com um gostinho de quero mais.
As fotos jah estao disponiveis no picasa. http://picasaweb.google.be/ingsds

Um comentário:

Dani Mãe da Sophia... BH,MG disse...

Que delícia de estada européia hein Tia Ings?!
Sophia está babando nas fotos do dia em que vc foi naquele festival do carpete de flores... a mocinha já repara nas cores e ficou encantada!
Vc precisa vir a BH pra conhecê-la! Mesmo que resolva morar na Europa pro resto da vida... ela tá cada dia mais esperta! Parece até que puxou algo da inteligência dessa tia torta que a mom aqui ama tanto.
bjos grandes com muita saudade!!!